Controle de torque na parafusadeira: saiba o que é, como funciona e as opções de controle

Destaque, Ferramentas

Perguntas sobre controle de torque na parafusadeira são recorrentes e não há muito esclarecimento na internet sobre o que vem a ser. É por esta razão que o nosso parceiro, Adilson Pinheiro, fez um vídeo para esclarecer, além de mostrar os tipos de controle.

Aqui o Adilson traz 3 tipos de controle de torque na parafusadeira encontrados nos modelos aqui no Brasil.

 

Mas afinal o que é controle de torque na parafusadeira e o que ele faz?

 

O controle de torque na parafusadeira é um sistema acionado por um botão/ chave que irá controlar ou graduar o quanto de força a sua parafusadeira vai exercer sobre o parafuso. E isso serve para que você possa parar o parafuso no ponto certo, sem muitas preocupações, ou minimizar os erros.

 

Parafusadeiras sem torque

 

O 1º exemplo é uma parafusadeira pequena da Worx que não possui o controle de torque.

 

O 2º exemplo é uma parafusadeira de impacto, que também não possui o controle de torque e, se você não tomar muito cuidado ela vai enterrar o parafuso. Principalmente parafusos pequenos em material macio, até parar ou até o bit acabar o seu comprimento ou o parafuso quebrar. Ou você tira o dedo do gatilho ou ela não para. Ela não tem um controle de torque, exatamente isso, ela por si só não vai se limitar.

 

 

3 tipos de controle de torque na parafusadeira

 

O 1º exemplo aqui se dá com uma parafusadeira Bosch. Esta possui um controle de torque mecânico, simples e efetivo, onde há uma roda com os níveis para serem selecionados antes do mandril. Este sistema conta com uma embreagem interna e, quando chega a um certo ponto (aquele que você selecionou ou calibrou), o mandril para de girar.

 

2º exemplo é a Bosch Go e da SwitchDriver da Worx. Ambas possuem um controle de torque eletrônico. As duas tem um seletor onde você consegue controlar, eletronicamente, a quantidade de energia que está indo para o corpo da ferramenta, para o motor.

 

E qual a diferença entre um controle eletrônico e um controle elétrico, o chamado dimmer? É que no caso do eletrônico, ele não vai reduzir a velocidade do mandril. Ele vai reduzir a potência do motor sem reduzir a velocidade do mandril. Com isso ela gira na mesma velocidade, mas tem menos potência, então chega em determinado momento em que o motor para de empurrar.

 

Este tipo de parafusadeira, as eletrônicas, são menos sensíveis. E no caso da SwitchDriver, mesmo no mínimo, por vezes o controle não é suficiente para parar o mandril em algumas situações, em parafusos pequenos.

 

No caso de parafusadeiras que também possuam o controle de velocidade, ela também é usada para fazer o controle de torque. Então, numa mesma posição, ela pode ter duas forças de torque completamente diferentes.

 

3º Exemplo – é uma grande inovação, não apenas da Worx, mas a Makita já tem isso e outras marcas também, que é o controle de torque automático. E o que este controle faz? Você vai apertando e quando chega no torque que o fabricante determinou ou que ele sentiu que já apertou o parafuso, ele para. Simplesmente para a ferramenta.

 

controle de torque na parafusadeira

 

No caso desta aqui, em especial, se você continua com o dedo no gatilho, ela entra em um modo pulsante em que ela vai apertando o parafuso aos poucos. Ou se você quer apertar um pouco mais o parafuso, você solta o gatilho e aperta de novo, que aí ela entra em um novo ciclo de torque. Ela entende que você quer apertar um pouco mais e ela aperta um pouco mais o parafuso.

Equipe de redação. Comunicação Torh Tools

Comente

Comentarios

Deixe uma resposta